Fatos que você deve conhecer sobre o Câncer de Ovário

Entre os tipos de cânceres que atingem as mulheres, o câncer do ovário possui a menor taxa de sobrevivência. Isso ocorre pelo fato que na maioria das vezes a doença é diagnosticada em estágio avançado, dificultando o tratamento e reduzindo as chances de cura.

Toda mulher corre risco de ter câncer de ovário

Anualmente cerca de 250 mil mulheres em todo o mundo são diagnosticadas com a doença, que é responsável por cerca de 140 mil óbitos por ano. Diferentes dos demais cânceres, ele também afeta países desenvolvidos e em desenvolvimento. Existem três fatores principais de risco, são eles:

  • Genética: risco maior para mulheres que não tiveram filhos, nunca tomaram pílula anticoncepcional, que iniciaram o período menstrual muito cedo ou cuja menopausa começou mais tarde do que a média;
  • Antecedentes familiares: mulheres com parentes (maternos ou paternos) que já tiveram câncer da mama, de ovário, do cólon ou do útero correm risco maior de contrair a doença;
  • Idade: os casos são mais frequentes entre mulheres com mais de 55 anos, entretanto alguns tipos da doença podem surgir em mulheres jovens.

Diagnóstico antecipado é crucial

Ao ser detectado em fase inicial, as chances de sobrevivência aumentam de 30% para 90%. O médico deve ser contatado caso a mulher sinta aumento do volume abdominal, inchaço contínuo, dificuldade de comer, dor abdominal ou pélvica e necessidade urgente e frequente de urinar. Estes sintomas costumam ser associados a problemas comuns e menos graves, por isso o ideal é sempre investigá-los com acompanhamento profissional. A pessoa mais indicada ao tratamento é o ginecologista oncológico, médico especializado no tratamento oncológico em mulheres.

Os exames mais eficazes para detectar o câncer de ovário são o exame pélvico completo, ultrassom pélvico ou transvaginal e exame de sangue CA-125.

Prevenção

O uso da pílula anticoncepcional e cirurgia preventiva para remover ovários e trompas de Falópios são opções de prevenção da doença. Para as mulheres que estão na fase pós-menopausa, a cirurgia reduz a probabilidade de ter a câncer de ovário em 85%-90%, além de outros cânceres relacionados. Para as mulheres na fase pré-menopausa, a remoção dos ovários e das trompas de Falópio também pode reduzir o risco do câncer de mama entre 40% e 70%.

Manter um peso corporal saudável também é uma ação de grande ajuda. Antes de tomar importantes decisões, é importante analisar uma série de riscos e benefícios e nenhuma decisão deve ser tomada sem antes ser discutida e acompanhada por um médico especialista.

Especialidades

Consultas em mais de 20 especialidades médicas e com uma equipe qualificada.

VEJA A LISTA

Nossos Exames

Exames de alta qualidade e com os equipamentos mais modernos da região.

VEJA A LISTA
Escolha um serviço

Escolha um serviço

Especialidade médica é dedicada ao diagnóstico e tratamento de diversas doenças de origem não traumática que acometem o sistema musculoesquelético (ossos, músculos e articulações).

 

Especialidade dedicada ao funcionamento do sistema nervoso. O Neurologista atua no diagnóstico e tratamento das doenças que afetam o sistema nervoso (cérebro, medula espinhal, raízes nervosas e nervos) e músculos (doenças musculares – miopatias).

Área médica incumbida de diagnosticar e tratar doenças no aparelho urinário formado pelos rins, bexiga, ureteres e uretra tanto no sexo masculino, quanto o feminino. Além o urologiasta se dedica ao estudo e tratamento de patologias no órgão genital masculino.

É a especialidade médica cuja área de atuação compreende: Cirurgia Abdominal, Cirurgia videolaparoscópica e Cirurgia do trauma. Esta especialidade médica ocupa-se do estudo dos mecanismo fisiopatológicos, diagnóstico e tratamento de enfermidades passíveis de abordagem por procedimentos cirúrgicos.

É a especialidade médica cuja área de atuação compreende: Cirurgia Abdominal, Cirurgia videolaparoscópica e Cirurgia do trauma. Esta especialidade médica ocupa-se do estudo dos mecanismo fisiopatológicos, diagnóstico e tratamento de enfermidades passíveis de abordagem por procedimentos cirúrgicos.

É a especialidade médica cuja área de atuação compreende: Cirurgia Abdominal, Cirurgia videolaparoscópica e Cirurgia do trauma. Esta especialidade médica ocupa-se do estudo dos mecanismo fisiopatológicos, diagnóstico e tratamento de enfermidades passíveis de abordagem por procedimentos cirúrgicos.

Exame que registra oscilações elétricas da atividade cardíaca. Não necessita jejum

É um método diagnóstico que utiliza o eco produzido pelo som para ver em tempo real as reflexões produzidas pelas estruturas e órgãos do organismo. Preparo: Depende do exame a ser realizado. Para maiores informações consulte seu médico. Veja alguns exemplos: •Ultrassonografia Abdome total: Jejum de 12 horas e uso de laxantes no dia anterior ao exame (sob orientação médica); •Ultrassonografia Pélvica Abdominal: bexiga cheia; •Ultrassonografia Pélvica Transvaginal: bexiga vazia.

Exame utilizando uma sucessão de raios x, estudando pequenos segmentos do corpo humano. Preparo: Dependerá da indicação do exame. Consultar seu medico anteriormente.